Logo
Roteiro Bares e Restaurantes

BALADAS

Memphis

O Memphis é uma casa destinada a todos acima dos 30 anos. Sua decoração é inspirada nos anos 80 e a música que toca é disco. O clube ainda conta com shows ao vivo e sushi bar. www.memphis.com.br

Charles Edward
O Charles Edward – uma espécie de pub animado – se torna uma boa opção. Música de qualidade ao vivo e pessoas da mesma idade são os maiores atrativos para ele. E, claro, a decoração que remete ao estilo de um clube de cavalheiros londrino, com uma das melhores seleções de uísques de São Paulo, o tornará irresistível. www.barcharles.com.br

Boogie
A Boogie, assim como a seleção de músicas que toca, vem vencendo a prova do tempo. A casa está aberta desde o fim de 2000 e continua com um grande público de quarta a domingo. Assim como o Memphis, tem uma decoração estilo anos 80,  com um enorme globo de vidro sobre a pista. A música, no entanto, varia entre fim dos anos 70 até começo dos 90. www.boogie.com.br

Limelight
A balada que foi reaberta na Vila Olímpia depois de fazer sucesso na Rua Franz Schubert tem programação dedicada a quem passou dos 40. Alegrando o ambiente, há uma gigantesca guitarra acima da pista e fotos e discos de artistas. A quinta-feira tem sua playlist dominada por músicas da década de 80; e os anos 90 comandam as sextas. O sábado mistura hits antigos com dance music atual. Nossa dica fica para o bufê de sushi que é servido como cortesia até meia-noite. www.limelightsaopaulo.com.br

History
Mais uma balada para os mais maduros na Vila Olímpia. A trilha sonora reúne anos 70, 80 e 90. Durante a madrugada, rolam breves performances de dançarinos e acrobatas. www.thehistory.com.br

Rey Castro

Um misto de bar e balada, a casa tem estilo cubano, seja na decoração, cardápio e trilha sonora. Se já não bastasse, foi o primeiro clube de charuto do Brasil. www.reycastro.com.br

The Clock
Com decoração totalmente voltada à década de Elvis Presley e até garçons caracterizados. A casa conta com música ao vivo que, claro, revive o Rockabilly.www.theclock.com.br

Vogue
A Vogue é uma das mais elogiadas casas liberais de São Paulo e a arquitetura da fachada baseada na filosofia hedonista da cultura greco-romana não nos deixa mentir. Além de pistas de dança, há também quartos particulares e para casais. A música varia entre eletrônica, black music, funk e pop/rock nacionais e internacionais. Há shows sensuais e performances especiais.. www.vogueclub.com.br

 


 

 

BARES

Bar Monte Carlo ( Ex-Monte Cristo): Rua Ministro Jesuíno Cardoso,206 – Vila Nova Conceição

Bar Espírito Santo: Avenida Horácio Lafer,634 – Itaim Bibi

Bar do Juarez – Itaim: Avenida Juscelino Kubitschek,1164 – Itaim

Excelentíssimo Botequim: Rua Ramos Batista,491 – Vila Olímpia

Bar do Arnesto: Rua Ministro Jesuíno Cardoso,207 – Vila Olímpia

Seo Gomes Gastronomia Bar & Chopperia: Rua Gomes De Carvalho,1214 – Vila Olímpia

Vaca Véia: Rua Manoel Guedes,199 – Itaim Bibi

Bar Aurora: Rua Professor Atílio Innocenti,277 – Itaim Bibi

Boteco São Bento – Itaim: Rua Leopoldo Couto Magalhães,474 – Itaim

Sr. Pitanga: Rua Tabapuã,1446 – Itaim Bibi

Boteco Ferraz: Rua Doutor Mário Ferraz,1470 – Itaim Bibi

Bardot Boteco Bistrô: Rua Clodomiro Amazonas,260 – Vila Nova Conceição

Wall Street Bar: Rua Jerônimo Da Veiga,149 – Itaim Bibi

Salve Jorge Bar – Itaim: Rua Bandeira Paulista,327 – Itaim Bibi

Bottega BottaGallo: Rua Jesuíno Arruda,520 – Itaim Bibi

Pé no Porão Rally Bar: Rua Clodomiro Amazonas,1041 – Vila Olímpia

Bar Zé Bonito: Rua Helion Póvoa,51 – Vila Olímpia

Coisa Boa: Rua Pedroso Alvarenga,909 – Itaim Bibi

Bar do Zé Gordo: Rua Clodomiro Amazonas,321 – Itaim Bibi

Dezoito Bar & Movement: Rua Professor Atílio Innocenti,101 – Itaim

Tatu Bola Bar e Grelha- Itaim: Rua Clodomiro Amazonas,202 – Vila Nova Conceição

Rock n Cycles: Rua Tabapuã,1348 – Itaim Bibi

Tijuca Boteco & Galeteria: Rua Santa Justina,99 – Vila Olímpia

 


 

 

RESTAURANTES/COMIDA BRASILEIRA

 

Amazônia

Rua Rui Barbosa, 206, Bela Vista

Tel: (11) 3142 9264

O proprietário, Paulo Leite, adora caminhar pelo salão e explicar aos clientes os sabores da cozinha paraense. Montado apenas aos sábados e domingos no almoço, o bufê de sete especialidades oferece um panorama dessa culinária aos iniciantes (R$ 71,00), mas o visual dos aparadores não chega a empolgar. Disponível diariamente, a lista de pedidas à la carte mostra-se mais atraente. Peça a apetitosa casquinha de caranguejo (R$ 21,00) para começar, coberta por bastante farinha de mandioca amarela. Para ser tomado direto na cuia, o caldo tacacá (R$ 19,00) leva tucupi (sumo da mandioca brava), goma de tapioca, camarão seco e jambu, vegetal de efeito anestésico. Continue com a maniçoba (R$ 63,00), receita que lembra a feijoada, composta de folhas de mandioca cozidas por um longo período, carnes e embutidos. Na sobremesa, tapioca em duas versões: no sorvete da marca paraense Cairu (R$ 11,00) e no pudim salpicado de pedacinhos crocantes do ingrediente (R$ 11,00).

Saiba mais

 

Badejo

Alameda Dos Jurupis, 813, Indianópolis

Tel: (11) 5055 0238

Espere uma das frequentes promoções da casa para provar as moquecas ao estilo capixaba — não é avareza, mas a diferença de preço vale realmente a pena. Um caldeirão do prato feito de camarão-rosa, por exemplo, custa normalmente R$ 174,00. O valor baixa para R$ 99,00 até o fim de junho. Sempre para dois, a receita se mantém a mesma, com azeite chamado doce (o de oliva) no lugar do dendê. Os acompanhamentos são pirão, feito com o caldo do cozido, arroz branco e farofa. Outros pratos do mar: bobó de lagosta (R$ 184,00) e badejo grelhado (R$ 129,00), todos generosos e indicados para duas pessoas.

Saiba mais

 

Bananeira

Rua Marechal Hastinfilo de Moura, 417, Morumbi

Tel: (11) 3502 4635 ou (11) 3542 4630

Quebram a monotonia da decoração o telhado de sapé e as janelonas laterais que dão vista para muitas bananeiras que cercam o restaurante próximo do Portal do Morumbi. Receptivo com as crianças, o espaço costuma atrair muitas famílias fãs das receitas do chef Maurício Ganzarolli. Entrada simples, o rolinho de tapioca recheado de carne-seca (R$ 22,00) precisa só de uma gota da potente pimenta da casa para ficar no ponto. O mesmo resultado não se alcança nos pratos principais, focados em peixes e frutos do mar. Oferecida por R$ 89,00, a frigideira de camarões traz alguns dos crustáceos passados demais e pedaços grosseiros de pimenta dedo-de-moça. Agrada mais o acompanhamento, um arroz com lascas de coco e gomos de lima-da-pérsia ao mesmo tempo cremoso e refrescante. Termine com o adocicado tabuleiro da baiana (R$ 15,00), composto de sorvete de manga, cocada queimada mole e quindim sem aquele gosto forte de gema de ovo.

Saiba mais

 

Bolinha

Avenida Cidade Jardim, 53, Jardim Europa

Tel: (11) 3061 2010

“A casa da feijoada.” É assim que o endereço, inaugurado quase setenta anos atrás, se autointitula. Não sem razão. Em seus salões de estilo tradicional, come-se o prato de terça a domingo, sem intervalo das 11 da manhã à meia-noite. Mas nem sempre expectativa e realidade andam de mãos dadas, não é verdade? Um sucesso de público, o restaurante já teve dias melhores no passado. O feijão-preto, com bastantes grãos nadando em um caldo encorpado na medida, é saboroso. Por outro lado, sobram paio e linguiça enquanto há escassez de carne-seca, costelinha, rabo, orelha… E o preço não é nada animador: a pedida custa R$ 99,00 de terça a sexta e R$ 118,00 nos fins de semana, tanto a versão completa quanto a “magra”, com as carnes consideradas mais nobres. As guarnições não ajudam a levantar muito o moral da receita: torresmo oleoso, mandioca pouco crocante, bisteca meio rígida, couve brilhosa de azeite… O público composto de turistas e fregueses da antiga parece não ligar para os problemas — eles estão sempre a lotar o lugar. O que não deixa a desejar é o serviço, feito por garçons experientes e prestativos, prontos para repor os itens com agilidade.

Saiba mais

 

Brasil a Gosto

Rua Professor Azevedo Amaral, 70, Jardim Paulista

Tel: (11) 3086 3565

Em quase dez anos de atividade, a chef Ana Luiza Trajano conseguiu um feito: funcionar como um cartão de visitas da culinária brasileira nesta pequena e charmosa casa, escondida numa ruazinha dos Jardins. Volta e meia, a cozinheira reinsere receitas que já fizeram parte do menu ou incorpora suas novas recriações de pratos brasileiros. Entre as novidades deste ano, está o caldoso arroz de pato aromatizado com tucupi e toque crocante de castanha-do-pará (R$ 95,00), sua reinterpretação do tradicional pato no tucupi paraense. Na entrada, ela usa a famosa linguiça de Blumenau, em Santa Catarina, para rechear a porção de bolinhos de mandioca (R$ 29,00). De volta ao cardápio, o pudim de tapioca é banhado com calda de açaí (R$ 20,00). Outra forma de apresentar o país são os menus sazonais dedicados a uma região ou um estado.

Saiba mais

 

Capim Santo

Alameda Ministro Rocha Azevedo, 471, Cerqueira César

Tel: (11) 3089 9500

A chef Morena Leite tem a capacidade, como poucos, de se dividir entre muitas tarefas. Além do restaurante, que funciona no almoço como um bufê e à noite à la carte, ela administra um bufê de festas corporativas e casamentos, cuida do Santinho (hoje com três unidades em centros culturais da cidade) e lança livros. No jantar nos Jardins, cujo salão arborizado lembra de leve a atmosfera de Trancoso (BA), onde a marca nasceu, a refeição pode ser vegetariana, com croquetes de quinoa bem macios (R$ 21,00), depois um estrogonofe de cogumelos acompanhado de arroz integral e chips de batata-doce (R$ 58,00). No extremo carnívoro, há a costela bovina desfiada acompanhada de uma consistente canjiquinha de milho com catupiry (R$ 69,00). Descuido da cozinha: o famoso petit gâteau de goiabada pode chegar à mesa seco, em vez de cremoso (R$ 21,00). O antídoto materializa-se como colherinhas de brigadeiro de capim-santo que acompanham o expresso (R$ 6,50). O bufê de almoço sai por R$ 58,00 de terça a sexta e R$ 88,00 aos sábados, domingos e feriados.

Saiba mais

 

Coco Bambu

Rua Azevedo Soares, 2150, Tatuapé

Tel: (11) 4304 6221

De grandes proporções, a casa nascida no Ceará ocupa um enorme imóvel no Itaim Bibi, com capacidade para 700 pessoas — e há filas de espera, acredite. Igualmente gigantesca é a unidade do Tatuapé. Na dupla de endereços, o cardápio apresenta pratos de frutos do mar e lembra um catálogo de tão extenso. Muitas das receitas trazem molhos de requeijão ou creme de leite, a exemplo do peixe à praiana (R$ 101,70), preparado com dourado. São dois filés grelhados e acomodados sobre molho de maracujá e manga mais pedaços da fruta e castanha-de-caju. Acompanham a pedida arroz de brócolis e purê de abóbora gratinado com queijo de coalho. Tão farto quanto, o prato de camarões em crosta de farinha de pão e alho (R$ 150,40) peca pelo excesso de gordura no empanado, mas agrada no ponto macio do crustáceo. Salada e risoto de limão-siciliano são as guarnições. Para botar no centro da mesa e dividir, peça a apetitosa cocada de forno ladeada por uma bola de sorvete (R$ 27,20). Uma nova filial deve abrir em novembro no Shopping Market Place.

Saiba mais

 

Coco Bambu JK

Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, 737, Itaim Bibi

Tel: (11) 3051 5255

De grandes proporções, a casa nascida no Ceará ocupa um enorme imóvel no Itaim Bibi, com capacidade para 700 pessoas — e há filas de espera, acredite. Igualmente gigantesca é a unidade do Tatuapé. Na dupla de endereços, o cardápio apresenta pratos de frutos do mar e lembra um catálogo de tão extenso. Muitas das receitas trazem molhos de requeijão ou creme de leite, a exemplo do peixe à praiana (R$ 101,70), preparado com dourado. São dois filés grelhados e acomodados sobre molho de maracujá e manga mais pedaços da fruta e castanha-de-caju. Acompanham a pedida arroz de brócolis e purê de abóbora gratinado com queijo de coalho. Tão farto quanto, o prato de camarões em crosta de farinha de pão e alho (R$ 150,40) peca pelo excesso de gordura no empanado, mas agrada no ponto macio do crustáceo. Salada e risoto de limão-siciliano são as guarnições. Para botar no centro da mesa e dividir, peça a apetitosa cocada de forno ladeada por uma bola de sorvete (R$ 27,20). Uma nova filial deve abrir em novembro no Shopping Market Place.

Saiba mais

 

Colher de Pau

Rua Doutor Mário Ferraz, 563, Itaim Bibi

Tel: (11) 3079 3087 ou (11) 3168 8068

Reduto de endereços pomposos do Itaim, a Rua Doutor Mário Ferraz foi escolhida por esta casa de matriz em Fortaleza, no Ceará, para abrigar sua filial de salão e atendimento mais despretensiosos. Agrada em cheio ao público que procura receitas bem encorpadas, entre elas a moqueca de camarão ao tempero de dendê e leite de coco com arroz branco e pirão de acompanhamento, por R$ 153,90, e a travessa de lagosta mais camarão e peixe da época ao cremoso molho branco com banana frita gratinada mais arroz, a R$ 211,40. Há poucas opções sem frutos do mar, caso do escondidinho de carne de sol (R$ 102,75) e da galinha caipira ensopada com batata e cheiro-verde (R$ 79,10). Pratos para dois.

 

O Compadre

Avenida Otto Baumgart, 500, Vila Guilherme

Tel: (11) 2252 3131

A decoração rústica, a música ambiente sertaneja e os garçons com chapéu de boiadeiro ajudam na ilusão de que estamos num casarão interiorano — abstraia o fato de o lugar ficar em um shopping especializado em móveis e decoração. Sirva-se, então, do bufê de receitas de sotaque nacional. Para começar, deixe de lado “licenças” nem tão boas assim, caso dos sushis, e invista nas folhas fresquinhas, na salada de grão-de-bico acrescida de lascas de bacalhau e na berinjela refogada de jeitão caseiro. Na seção de pratos quentes, enfileiram-se nas bancadas linguiça temperada com ervas, frango cozido macio, carneseca desfiada, purê de abóbora… Alguns itens sofrem inevitavelmente pelo calor dos aparadores, como os ressecados pastéis de massa molinha e o cupim assado. Melhor pedir no próprio balcão um grelhado, preparado na hora por um funcionário. Servir-se à vontade custa R$ 69,90 de segunda a sexta e R$ 79,90 no fim de semana. O preço inclui acesso à mesa de sobremesas, com direito a pudim de leite, sagu e compotas.

Saiba mais

 

Consulado da Bahia

Rua dos Pinheiros, 534, Pinheiros

Tel: (11) 3085 3873

Se forçar um pouco, dá até para se sentir em um boteco praiano nesta casa da Rua dos Pinheiros. Com peças de artesanato baiano decorando o salão e mesas na calçada, o ambiente desencanado convida o público a bebericar uma cerveja em garrafa (Original, R$ 13,00) enquanto aguarda por um lugar nos concorridos fins de semana. Para petiscar, vai bem o saboroso acarajé individual (R$ 15,00), com vatapá, vinagrete e camarõezinhos à parte. Pingar gotinhas de pimenta, sempre disponível à mesa, é fundamental. Para duas pessoas, as borbulhantes moquecas protagonizam o cardápio, em versões como camarão com polvo (R$ 154,00). Os pescados vêm mergulhados em um lisinho molho de tomate, cebola, azeite de dendê, leite de coco e um toque de coentro, combinação ótima para comer com o arroz, o pirão e a farofa amarelinha que guarnecem o prato. Finalize com a cocada cremosa (R$ 15,00), sem economia na quantidade de açúcar.

Saiba mais

 

Consulado Mineiro I

Praça Benedito Calixto, 74, Pinheiros

Tel: (11) 3064 3882

Estão, em três endereços, os cânones dos restaurantes mineiros na cidade: ambiente sem frescura, pratos fartíssimos e preços que não ferem o bolso. Com diferentes administrações de membros de uma mesma família, as unidades podem apresentar resultados distintos. Na Praça Benedito Calixto, porém, a cozinha costuma ter mais regularidade. Como filas ali são quase regra, recompense a espera bebericando uma caipirinha de tangerina preparada com a cachaça do barril (R$ 16,00). Faz ótima companhia aos pequeninos pastéis de carne-seca e requeijão (R$ 26,50 a dúzia). Disponível apenas de sexta, sábado e domingo, a rabada bovina (R$ 90,00) aparece mergulhada em caldo com tomate e folhas de agrião para ser provada junto de um cremoso angu. Mais sequinha, a costela de porco frita ao lado de linguiça é guarnecida de tutu de feijão, couve e arroz. Custa 84,00.

Saiba mais

 

Dalva e Dito

Rua Padre João Manuel, 1115, Jardim Paulista

Tel: (11) 3068 4444

Embora o D.O.M. seja um centro de experimentação para as receitas mais arrojadas, Alex Atala não se descuida de sua bela casa de culinária brasileira. No bonito salão decorado com azulejos azuis e brancos do artista Athos Bulcão (1918-2008), o chef de técnica refinada sugere pratos que dão vontade de repetir. Um dos mais tradicionais de São Paulo, o cuscuz de camarão médio ganha uma delicada versão com ovo de codorna e salada (R$ 32,00). A tenra língua bovina cortada em cubos faz contraste com a mandioca palha bem crocante e complementa-se com os fios de pimentão verde (R$ 32,00). Depois das entradas, há pratos típicos de outras regiões do país em versões suavizadas, entre eles o pato no tucupi (R$ 72,00), cujo caldo se transforma em delicioso pirão ao ser misturado com farinha d’água. Embora chamado de perna de bode, o pernil de cordeiro em lascas tem a companhia do divino pirão de leite (R$ 75,00). Aparentada nacional da americana cheesecake, a tortinha de requeijão é aromatizada com generosa quantidade de fava de baunilha e recebe de cobertura calda de jabuticaba e xerém, a castanha-de-caju moída (R$ 23,00). Os cuidados se estendem ao arremate. Acompanham o café (R$ 6,00) uma goiabinha no estilo bolacha recheada, o pé de moleque e a castanha-do-pará passada no chocolate.

Saiba mais

 

Dona Lucinha

Avenida Chibarás, 399, Moema

Tel: (11) 5051 2050

Nada mais mineiro que receber os convivas com apetitosos e quentinhos pães de queijo. E assim é feito no Dona Lucinha, endereço fundado no município de Serro, em Minas Gerais, pela matriarca Maria Lúcia Clementino Nunes, de 84 anos. A unidade paulistana fica a cargo de sua filha, Elzinha Nunes. A chef supervisiona a cozinha, de onde saem pratos à la carte, como o feijão-tropeiro (R$ 83,00), e receitas típicas do bufê de almoço (R$ 49,00 de terça a sexta; R$ 62,90 aos sábados, domingos e feriados). Enfileiram-se nos aparadores o tenro lombo de panela, a saborosa canjiquinha, a linguiça grelhada ao molho de rapadura e a couve-manteiga em fios que levam só um “susto” no fogão. Decepcionam a rabada meio morna e o torresmo que facilmente fica murcho. Na mesa de sobremesas, dispense o arroz-doce quase aguado e prefira a compota de mamão com abacaxi ou o doce de leite bem clarinho para ser devorado sobre uma fatia de queijo.

Saiba mais

 

Manzuá

Rua Oscar Freire, 1189, Cerqueira César

Tel: (11) 3085 5058 ou (11) 3082 2626

Fundada pelo pernambucano Leonel da Rocha, a rede de restaurantes baianos tinha essa filial paulistana originalmente com o nome Bargaço. Dois anos atrás, transformou-se em Manzuá, palavra que batiza a rede usada para a pesca da lagosta no Nordeste. A moqueca continua a estrela do menu, embora não seja tão inspirada como em um passado não muito distante. Na de camarão, nada no caldo fervente de leite de coco, azeite de dendê e tomate uma quantidade grande do molusco (R$ 140,00 para dois). Para petiscar, deixe de lado o acarajé (R$ 28,00 o par) adaptado para turistas — quase sem dendê, quase sem personalidade. Invista nos bolinhos de aipim com lagosta (R$ 32,00, seis unidades). Sobremesas típicas como o doce de caju (R$ 18,00) dão uma dignidade açucarada ao fim da refeição.

Rua José Maria Lisboa, 228, Jardim Paulista

Tel: (11) 3473 6849

 

Mocotó

Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1100, Vila Medeiros

Tel: (11) 2951 3056

Se você não mora por perto do Mocotó, explicamos aqui os motivos pelos quais compensa ir ao restaurante-botequim em um dos extremos da Zona Norte. Além de muito boa, a comida é barata. Ainda não se convenceu? Basta provar o torresmo grande e carnudo (R$ 6,90), que vai à mesa cortado em pedaços. Também comprovam quanto vale a visita os outros petiscos e entradinhas, entre eles o feijão-de-corda no caldo com linguiça e bacon (R$ 19,90).O cardápio segue com receitas do sertão nordestino, introduzidas pelo fundador da casa, José de Almeida, e revisada pelo filho dele, o chef Rodrigo Oliveira. Uma delas é o atolado de bode, cozido de carne de carneiro em pedaços com mandioca (R$ 46,90). Mais recente, a divina pescadinha do são francisco é um ensopado de pintado ao molho de tomate fresco com mix de arrozes agulhinha, integral vermelho e cateto parboilizado mais farofa de coco (R$ 46,90). O cremoso pudim de tapioca (R$ 13,90) ajuda a deixar a circunferência da cintura um pouco mais ampliada, mas que traz uma dose de felicidade, isso não há como negar. Quem não chega cedo aos fins de semana — o ideal é aparecer por lá minutos antes de a casa abrir — só não amarga na fila porque tem como antídoto uma das ótimas caipirinhas.

Saiba mais

 

Na Cozinha

Rua Haddock Lobo, 955, Jardim Paulista

Tel: (11) 3063 5377 ou (11) 3063 5374

Comer na cozinha, aqui, é uma expressão literal. As paredes do salão são de azulejo branco, como as da área do fogão e da pia, separadas apenas por um vidro. Um dos pratos mais famosos da casa, o picadinho (R$ 48,90) pode chegar morno, quase frio, à mesa. Vale mandar de volta o prato para espe rálo quentinho, acompanhado de arroz, feijão e uma dupla de pastéis de carne. A mesma falha, felizmente, não se repete no picadinho do mar, feito de camarão com chuchu e servido junto de farofa de dendê (R$ 53,60). Para a entrada, o pastel aberto de pernil (R$ 22,94 por duas unidades) com gotinhas de pimenta da casa é uma delícia, mas impossível de comer sem fazer lambança — prepare os guardanapos. Indicação da gentil brigada, a porção de churros com doce de leite mineiro servido à parte sai por R$ 21,70.

Saiba mais

 

Tordesilhas

Alameda Tietê, 489, Jardim Paulista

Tel: (11) 3107 7444

Quer comida de Belém? Tem! E do Rio de Janeiro? Tem também! Uma das grandes especialistas em cozinha nacional da cidade, Mara Salles construiu um cardápio de delícias nacionais em 25 anos de história. É delicioso o tacacá paraense (R$ 23,00), servido na cuia como manda o figurino: caldo de tucupi, goma de mandioca, folhas de jambu e camarão seco, conjunto que deixa um rastro elétrico de felicidade na boca. Em versão um pouco diferente da original, carioca, o picadinho da casa (R$ 59,00) acaba de voltar ao cardápio. São cubos de carne guisada cobertos por um ovo pochê na companhia de arroz e feijão e misturados como em um baião de dois, além de deliciosas fatias grelhadas de banana-da-terra e farofinha bem fina. De criação da chef, a delicada salada de fitas de abóbora e folhas variadas ao molho de laranja vem com camarão salteado (R$ 37,00). O risoto mulato (R$ 63,00), outra de suas invenções, combina o arroz-agulhinha com caldo de feijoada com a ripa da costela suína e couve verdinha.

Saiba mais

 

Xopotó

Rua Santa Justina, 639, Vila Olímpia

Tel: (11) 3849 1267 ou (11) 3044 3408

A hospitalidade mineira dialoga com o imóvel simples, por onde se espalham mesas de madeira e cortinas de crochê. Pratos como o chamado de sul de minas (R$ 93,90, para dois)) fazem a clientela se sentir em casa. Tanto o arroz quanto o tutu de feijão que acompanham o frango ensopado com quiabo são servidos em panela. As guarnições incluem ainda angu e couve refogada ao alho. Completa o clima familiar o tamanho das porções: embora sugeridas para duas pessoas, podem satisfazer até três apetites. De terça a sexta, serve pratos individuais, caso do lombo mais feijão tropeiro, couve, torresmo e arroz (R$ 33,80). Dos tira-gostos, o bolinho de mandioca com queijo (R$ 29,10, dez unidades) peca pela fritura pouco crocante. Ficou em dúvida sobre qual sobremesa pedir? Vá de quarteto mineiro, composto de doces de leite e abóbora com coco, goiabada cremosa e figo em calda mais queijo branco (R$ 12,90). Café coado à mesa arremata (R$ 4,30).

Saiba mais

 


 

RESTAURANTES ITALIANOS

1) Bráz Trattoria – O Bráz Trattoria é um restaurante com um clima bem descontraído que fica no Shopping Cidade Jardim. Este restaurante é perfeito para aqueles que querem comer algo muito bem feito em meio as compras, ou antes/depois de uma cessão de cinema! Os drinks da casa são muito bem feitos, e recomendo o Ragú de costela. $

2) Osteria del Petirosso – Este restaurante nos remete às deliciosas soterrais de Roma, a comida é simples e muito bem executada! O chef veio da Itália já faz alguns anos, e ele se mantém fiel as receitas tradicionais. Não deixe de provar o caio pepe, o macarrão ao vôngole, e o Tiramisu de sobremesa. $

3) Supra di mauro maia – O supra é um restaurante italiano de primeiríssima, que conta com um ambiente mais descontraído e uma varanda deliciosa para sentar nos dias mais quentes! O cardápio é bem variado, há muitas opções de massa fresca, carnes muito bem preparadas e peixes. $

4) Picchi – O picchi está cada vez mais se tornando um dos nossos italianos preferidos da cidade. O preço é justo, o ambiente clean e delicioso, com as mesas afastadas uma das outras, e todos os pratos que saem da cozinha são maravilhosos! Recomendamos este restaurante para um delicioso almoço em família, ou uma noite romântica com o namorado. Não deixe de provar a Polenta mole, o ravioli com trufa e o Pici! $$

5) Attimo – O Attimo é o restaurante do renomado chefe Jeferson Rueda. No restaurante ele promete uma cozinha italo caipira, ou seja ele faz uma junção da cozinha brasileira com a cozinha italiana, e não é que da certo! Prove a coxinha, e as massas. $$

6) La Madonnina – Este restaurante ganha o nosso coração primeiro pela simpatia do Dono o Roberto, e também pelo carisma de todos os seus funcionários. Além disso este é um dos restaurantes mais bonitos da cidade. Ele é perfeito para uma refeição com a família toda, ou um jantar romântico na varanda! Prove a porchetta, o ragu de coelho, e o macarrão ao vôngole. $$

7) Tattini – O Tattini é um dos restaurantes mais antigos da cidade, com mais de 60 anos de tradição! Este restaurante tem a cara dos almoços de família de domingo! Por lá você sempre vai encontrar clientes fieis e antigos, prontos para devorar os pratos finalizados na mesa. Peça a massa feita dentro do queijo parmesão, e o Steak Diana. $$

8) Pomodori – Da cozinha do pomodori saem pratos super frescos e criativos elaborados pela chefe Thassia Magalhães. O restaurante acabou de passar por uma reforma que o deixou com um ar mais jovem! Lá todas as massas são frescas, os raviólis recheados na hora, e o risoto começa a ser preparado assim que o cliente faz o pedido. $$

9) Piselli – Com uma varanda disputadíssima nos jardins, o Piselli faz sucesso em São Paulo a mais de uma década. Os pratos são muito bem elaborados, a carta de vinho bem completa e com uma excelente variedade, e o ambiente é delicioso! Experimente o premiado carbonara da casa.  $$ 

10) Loi – O Chef Salvatore Loi comandou por muitos anos o Fasano, mas agora resolveu seguir carreira solo e ter o seu próprio restaurante. Como era de se esperar a comida é maravilhosa, destaque para a Burrata, a Lasanha e o Filé Rossini. O ambiente é um pouco mais formal. $$

11) Gero – O Gero é um restaurante que pertence ao grupo fasano, e também é um dos restaurantes mais tradicionais da cidade. No almoço o restaurante fica cheio de executivos e a noite há muitos casais em busca de uma noite romântica. $$$

12) Fasano – Se você está em busca de um restaurante ultra sofisticado, com uma comida tradicional, de excelentíssima qualidade e também um pouco mais cara, este é o restaurante ideal! Minha dica é o Filé Rossini e de sobremesa o Tiramisu.$$$

13) Quattrino – Se você está em busca de um restaurante sofisticado, com excelente e custo benefício, este é o restaurante ideal!

 


 

 

CHURRASCARIAS/CARNES

 

A Figueira Rubaiyat

Rua Haddock Lobo, 1.738, Jd. Paulista (3087-1399/ rubaiyat.com.br)

Uma enorme figueira de 130 anos domina o ambiente desse restaurante, emprestando-lhe um ar íntimo e romântico. Este é um dos restaurantes com maior significado arquitetônico e gastronômico da cidade. O aperitivo de carpaccio di funghi em azeite de trufas é obrigatório. Como prato principal, experimente a picanha sumus. Entre as sobremesas, vá de torta de coco com doce de leite. Leia mais sobre A Figueira Rubaiyat

Baby Beef Rubaiyat

Alameda Santos, 86, Jd. Paulista (3170-5100/ rubaiyat.com.br); Outro endereço Av. Brig. Faria Lima, 2.954, Pinheiros (3165-8888)

A família Iglesias é sinônimo de competência no ramo. Ao longo dos anos soube associar carnes de altíssima qualidade de rebanho próprio a um serviço impecável, em um ambiente temperado por elegante modernidade. As unidades Faria Lima e Santos são mais formais, lotadas de altos executivos. Leia mais sobre o Baby Beef Rubaiyat

Barbacoa

Rua Dr. Renato Paes de Barros, 65, Itaim Bibi (3168-5522/barbacoa.com.br); Outros endereços D&D Shopping, Avenida das Nações Unidas, 12.555, Brooklin (3043-9244); Morumbi Shopping, Avenida Roque Petroni Jr, 1.089, Morumbi (5181-6898)

O Barbacoa não é barato, mas sua variedade e qualidade de cortes e tipos de carne, incluindo peixes e javali, é impressionante. Enquanto a maioria das dezenas de churrascarias tem o ambiente de uma sala de aeroporto, a atmosfera de clube de cavalheiros daqui, com cadeiras de madeira escura com braços de couro, agrega ao sentimento de bem-estar, e o bar é um lugar aconchegante para uma caipirinha antes do jantar. Leia mais sobre o Barbacoa

Corrientes 348

Rua Comendador Miguel Calfat, 348, Vila Olímpia (3849-0348/restaurante348.com.br)

A casa é argentina não só no nome, mas principalmente pela miríade de autênticos cortes de carne portenhos apresentados no menu. Há dúvidas se o vacio (também conhecido como corte especial 348) de fato supera o bife de chorizo, mas chame mais gente para ir com você e tire a dúvida. Para acompanhar a carne, peça a papa tasso: fatias de batata frita crocantes.

Costelaria Moema

Avenida dos Imarés, 758 (5096-3213/ costelariamoema.com.br)

 

O segredo da casa está no uso de fornos verticais construídos para o cozimento da peça inteira da costela do boi, a principal estrela da casa. O aparelho tem prateleiras e a imensa peça vai, em um prazo de 30 horas, passeando de andar em andar, à baixa temperatura. São oferecidos oito tipos de corte de carne, do chamado espaguete ao matambre, acompanhados de escoltas dignas de um caminhoneiro esfomeado, como polenta frita, salada, maionese, arroz, feijão e banana frita. Leia mais sobre a Costelaria Moema

Dinho’s

Alameda Santos, 45, Paraíso (3016-5333/ dinhos.com.br)

Se a sua paixão for o corte americano prime rib, esta casa ganhará status de altar supremo. As dimensões e o sabor inigualável do Prime do Dinho’s, com seus generosos 700 gramas, incluindo o imenso osso, o fará se sentir um Fred Flintstone curtindo a dolce vita em Bedrock. O restaurante tem fama de atrair os mais poderosos executivos da região da Paulista. Leia mais sobre o Dinho’s

Fogo de Chão

Av. Santo Amaro, 6.824, Santo Amaro, 5524-0500; Outro endereço Av. dos Bandeirantes, 538, Vl.Olímpia, 5505-0791.

A mais conhecida rede brasileira de rodízio possui quatro restaurantes em São Paulo, além de filiais em Brasília, Salvador, Belo Horizonte e nos EUA. Os donos são gaúchos autênticos – portanto, aqui não se perde tempo no cardápio com iguarias irrelevantes: há lugar apenas para os cortes brasileiros de carne, como picanha, fraldinha e maminha. Selecione os pedaços que desejar nas grandes peças trazidas pelos garçons. Além disso, o Fogo de Chão tem uma das maiores e melhores cartas de vinho da cidade. Para sobremesa, prove a mousse de chocolate com vinho do Porto. Leia mais sobre o Fogo de Chão

Jardineira Grill

Avenida dos Bandeirantes, 1.001, Vl. Olímpia (3048-0299/jardineiragrill.com.br)

Uma das primeiras casas de São Paulo a oferecer o sistema de rodízio, tem carnes de boa procedência, mas puristas devem fazer vista grossa para a farta oferta de peixes e frutos do mar, incluindo sushis e camarões bem grandes no bufê de saladas. Se bem que, atualmente, esse estilo foi bastante copiado e hoje é uma realidade no mundo dos rodízios. Com um ótimo serviço, aproveite para pedir aos garçons generosas porções de banana empanada e batatas fritas. Leia mais sobre o Jardineira Grill

 

North Vila Nova

Rua Jacques Félix, 365, V. Nova Conceição (3044-4885/northvilanova.com.br)

A casa original, North Grill, instalada há anos noShopping Frei Caneca, gerou uma filial glamourosa na Vila Nova Conceição. Apesar da grande concorrência local, o North Vila Nova se sai bem graças à boa seleção de carnes nobres, incluindo cortes australianos e de gado Wagyu, ultramarmorizado de gordura. O ambiente é agradável e os preços menos salgados do que se poderia supor a uma boa casa de carnes. Leia mais sobre o North Vila Nova

Rodeio

Rua Haddock Lobo, 1.498, Jd,. Paulista (3474-1333/ rodeiosp.com.br); Outro endereço Shopping Iguatemi, Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2.232 (2348-1111)

Durante décadas, este restaurante foi o templo dos endinheirados apaixonados por carnes de qualidade. Nasceram nos bastidores de sua cozinha dois ícones da gastronomia nacional: a picanha fatiada e o criativo arroz biro-biro (com ovos, bacon e batata palha). Apesar de parte de seu antigo glamour ter sumido na fumaça dos concorrentes, perdeu feio quem apostou em sua derrocada. A casa original modernizou-se, recuperou o brilho e ainda encontrou fôlego para abrir uma filial no disputado Shopping Iguatemi. Leia mais sobre o Rodeio

Templo da Carne Marcos Bassi

Rua Treze de Maio, 668, Bela Vista (3288-7045/ marcosbassi.com.br)

Marcos Bassi, falecido em 2013, elevou a profissão de açougueiro ao status de nobre artesão. Conhecia a estrutura celular de cada peça, sendo alguns cortes de sua própria autoria – a fraldinha, assim como o exclusivo bombom, levam sua assinatura. Seu nome está estampado em produtos dos melhores supermercados da cidade, mas é no seu Bixiga – onde tudo começou – que ele sempre se sentiu em casa, e é o lugar onde seu restaurante, cercado por diversas cantinas italianas, reina absoluto. Leia mais sobre o Templo da Carne Marcos Bassi

Varanda Grill

Rua Gal. Mena Barreto, 793, Itaim Bibi (3887-8870/ varandagrill.com.br);Outro endereço Shopping JK Iguatemi, Avenida Presidente Juscelino Kubitscheck, 2.041, V. Olímpia (3152-6809)

A casa levou anos para atingir o panteão da unanimidade da crítica especializada na cidade. Nossas primeiras visitas, por exemplo, foram pautadas por um serviço simpático, mas muito distante da fama conquistada. Quando fomos à segunda casa instalada no Shopping JK, tudo mudou e alcançamos ali, pela primeira vez, o verdadeiro nirvana. A carne esbanja suculência, com timing, temperatura e qualidade de serviço dignos de um campeão entre os grandes de São Paulo. Leia mais sobre o Varanda Grill

Vento Haragano

Avenida Rebouças, 1.001, Jd. Paulista (3083-4265/ ventoharagano.com.br)

A vitrine de carcaças perfeitamente grelhadas, colocadas em volta de uma fogueira na entrada deste rodízio no estilo gaúcho, é a prova final das autênticas raízes da casa. Sua localização privilegiada nos Jardins chega a tumultuar o trânsito nos fins de semana, portanto tenha paciência. Mas o Vento Haragano valerá cada minuto da sua espera, graças ao alto padrão das suas carnes, incluindo um incomum javali servido com geleia de jabuticaba. Leia mais sobre o Vento Aragano

 


 

 

RESTAURANTES VARIADOS

 

The Fifties – Moema

O The Fifties é o lugar ideal para quem é apaixonado por hambúrger, e gosta de bons momentos com a família.
Para hamburguers e uma refeição rápida é um excelente lugar!

Bar do Alemão Pinheiros

Em Pinheiros você encontra a clássica Parmegiana de Itu. O Bar e Restaurante do Alemão representa a tradicional culinária alemã em São Paulo.

Restaurante Kaa

O Restaurante Kaa, é perfeito para encontro entre amigos, reuniões de negócios e familiares.
Ambiente maravilhoso, comida excelente e atendimento ótimo.
Um lugar aconchegante e muito charmoso!

Veridiana Pizzaria

Oferece diversos ambientes, entre eles, uma aconchegante adega com iluminação indireta e à luz de velas e outro, com um imponente balcão de bar e um lindo piano. Destaque para seu ambiente romântico e suas pizzas sofisticadas.

Bar e Lanches Estadão   52 gostam

A esquina onde estamos localizados, transformou-se num ponto de encontro que caracteriza a cidade no que ela tem de coexistência pacífica – todas pessoas que para cá se dirigem, vem com três propósitos: comer, beber e conversar.

Almanara

O Almanara é uma opção muito boa para quem gosta de comida árabe. Trata-se de uma rede de restaurantes, mas é bem estruturada, os pratos são bons e chegam rápidamente, os garçons são eficientes e bem treinados, e o ambiente é bem decorado.

Shintori

O melhor da gastronomia japonesa e um atendimento que traduz os melhores valores da hospitalidade e cultura oriental, somados à segurança e comodidade do estacionamento próprio e com seguro, fazem do Shintori um ótimo local para esquecer o trabalho.

Restaurante Josephine

O lugar é pequeno e aconchegante. Muito bem frequentado e até badalado. Restaurante muito bacana, num bairro muito gostoso!
Os pratos são gostosos e bem feitos. Vale a pena conferir!

Veridiana Pizzaria – Jardins

A Veridiana Jardins está estrategicamente localizada no coração do Jardins, entre a Campinas e a Pamplona. Possui um piano Steinway em um palco suspenso de cristal, um grande espelho d’água, e uma lareira para ser acesa nas épocas de frio.

Ráscal – Itaim Bibi

Aos domingos, um monitor faz brincadeiras com a criançada. A rede oferece receitas preparadas com ingredientes de qualidade. Menores de 5 anos não pagam.

La Glória Pizza Bar

O grande diferencial do La Glória é o ambiente. O lugar é grande e muito bonito! Logo na entrada há alguns sofás e um bar lindo, iluminado de maneira estratégica e com várias bebidas ao fundo. Vale a pena conhecer!!!!!

Mori Sushi

A equipe de Daniel Hirata, sushiman e cheff do Mori Sushi, se esmera para produzir experiências únicas a cada visita. A preferência do cliente é o desafio, ingredientes de primeira qualidade é o objetivo do trabalho.

Dinho’s

O Dinho’s é um restaurante muito tradicional em São Paulo, que tem como especialidade as carnes. O ambiente é bonito, com jardim de inverno, iluminação e som ambiente calmos e agradáveis. Uma excelente opção para ir com alguém especial.

Translate »